Benvindos!

Neste espaço divulgo meus trabalhos, textos e eventos.
Por gentileza, não faça cópia dos textos ou das fotos, obrigada!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O jardim das borboletas (1)



Borboletas em roupas, broches, no jardim, difícil ter alguém que não aprecie. Andar no jardim com as borboletas esvoaçando de flor em flor dá uma sensação de paz, alegria e bem estar. Mas onde estão as borboletas? Olhe ao seu redor. É como aquele jogo infantil onde está Wally? Elas sumiram, por conta de jardins minimalistas, todo verde, com plantas que não tem flores com néctar para elas. Foram embora em busca daqueles espaços onde seus donos apreciam suas visitas e não se importam de dividir algumas folhas de plantas com suas lagartas.
Ah,chegamos no ponto. Quem aprecia lagartas? Aqueles bichinhos esquisitos, rastejantes, verdes ou coloridos, com ou sem espinhos, algumas com cheiro forte. Acho que ninguém admite, mas gostariam de eliminar a fase das lagartas. Porque elas precisam comer e o fazem nas plantas onde nasceram, onde sua mãe deixou os ovos que eclodiram. Precisam se alimentar, depois fazem um casulo e adormecem, na transformação maravilhosa que ocorre em segredo no casulo. Certa hora despertam, rompem a proteção e saem esticando as asas. Pronto, viraram a estrela do jardim, todo mundo sorri e acha lindo! Na foto, borboleta sobre Celosia argentea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário