Benvindos!

Neste espaço divulgo meus trabalhos, textos e eventos.
Por gentileza, não faça cópia dos textos ou das fotos, obrigada!

quinta-feira, 15 de abril de 2010



Estive hoje a trabalho numa floricultura linda, em Gravataí, com nome muito interessante: Jardins da Aldeia. O dia estava agradável e foi possível caminhar entre as plantas e caminhos. É o lado legal da profissão, que apaixona e prende em laços invisíveis todos que gostam de flores. Dá trabalho, canseira, sol em demasia, chuva. Mas a gente vive rodeada da energia boa das plantas, ligadas à Terra. Nas minhas andanças com alunos gosto de ficar observando seus rostos, principalmente aqueles que nunca entraram numa estufa de cultivo. Seus rostos passam da surpresa para o encantamento. Chegam a sumir-se da minha vista, no meio de tanto verde e passam por mim com a fisionomia iluminada. Um, certa vez me disse: Profe, parece que vou voar!
É isto.

Um comentário:

  1. Tenho uma clívia dessa.
    Foi exatamente essa a sensação que todos experimentamos no curso de jardinagem. Pessoas com as mais variadas atividades, mas com uma paixão em comum, as flores.
    Bjs.

    ResponderExcluir